Terça, 14 Outubro 2014 14:45

Estado Islâmico usa religião para escravizar mulheres e crianças

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)

 

(Mulher da minoria Yazidi, carrega água em um acampamento)

Militantes do Estado Islâmico raptam, escravizam e vendem mulheres e crianças Yazidi, de acordo com a edição mais recente de uma revista supostamente publicada pelos extremistas. É a primeira confirmação pública do grupo sobre essas alegações.

A afirmação foi feita enquanto a ONG Human Rights Watch afirmou, no domingo, que centenas de homens, mulheres e crianças Yazidi estão sendo mantidos em cativeiro em centros de detenções improvisadas ​​no Iraque e na Síria por parte do grupo.

O texto diz que "É justificável que mulheres da etnia Yazidi sejam raptadas para serem concubinas e escravas sexuais conforme costume religioso" - dos espólios de guerra - teria escrito o grupo sunita no artigo intitulado "O Renascimento da Escravidão Antes da Hora", segundo informações do International Business Times. 

A edição da revista Dabiq afirmou ainda que "as famílias Yazidi escravizadas são vendidas por soldados do Estado islâmico", acrescentando que "mulheres Yazidi e crianças foram divididas de acordo com a sharia entre os combatentes do Estado Islâmico que participaram das operações no Sinjar."

De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos do Iraque, centenas de mulheres foram sequestradas pelos militantes, que consideram os yazidis uma seita herética. Alguns também alegaram que o grupo vende e escraviza mulheres e crianças, embora os próprios extremistas não haviam comentado nada sobre a questão até agora.

Apesar do apelo de imãs de todo o mundo, dizendo que o grupo militante é anti-islâmica, eles validam os raptos, abuso e estupro de mulheres de acordo com ensinamentos islâmicos. Logo na primeira edição da revista, o grupo alegou que o abuso de mulheres e o apedrejamento por adultério são justificáveis.

"Deve-se lembrar que escravizar as famílias da kuffar - os infiéis - e tendo suas mulheres como concubinas é um aspecto firmemente estabelecido da sharia ou lei islâmica", escreveu o EI.

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br

Lida 1461 vezes Última modificação em Sábado, 06 Fevereiro 2021 14:38
hacklink al hd film izle duşakabin fiyatları hack forum fethiye escort bayan escort - vip elit escort hacklink dizi film izle tüp bebek merkezi hacklink al